Notícias

Diretor nega interesse do CAP em Rogério Henrique

30/03/2019 às 12:13

O Clube Atlético Patrocinense está em busca de contratações para montar seu elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. O Patrocinense estreia na competição no dia 5 de maio, contra o Operário do Mato Grosso do Sul, no estádio Pedro Alves do Nascimento.

O diretor de futebol do clube, Marco Antônio Silva, concedeu entrevista à Difusora 95 neste sábado (30), e explicou várias situações vividas nesta semana. De acordo com o dirigente, todos os acertos contratuais foram feitos e a partir de segunda-feira será iniciado o processo de renovação de contratos de vários jogadores que interessam à equipe, dentro do que o clube pode pagar. Marcos comentou que há uma concorrência muito forte com o futebol paulista, que paga valores altos, e o Patrocinense tem um teto e uma cota financeira para ser utilizada para a competição.

O CAP tem jogadores com contratos em vigor, caso dos zagueiros Betão, que aguarda propostas que ele recebeu de outros clubes, Juninho e Diego Borges, além dos laterais Kellyton e Ian Barreto, emprestados ao Uberaba e que, segundo Marcos, a diretoria do Patrocinense não pode aguardar eles voltarem do Módulo II. Segundo Marcão, Dedê e outros jogadores que atuaram no Mineiro pelo clube, são de interesse da diretoria pela manutenção dos mesmos na Série D, porém, tudo depende da definição financeira.

Novo comandante

Informações davam conta que a diretoria teria interesse em Rogério Henrique, que está no Uberaba, mas Marco Antônio disse que esse foi o único nome que não foi procurado pela diretoria, porém, que é um bom nome. O diretor grená explicou que vários nomes foram contatados e que a definição acontecerá neste final de semana. A previsão é de que até segunda-feira (1º) o nome seja anunciado, mas a exemplo do que está acontecendo com a contratação de jogadores, a questão financeira é o que tem sido o maior desafio da diretoria.

A apresentação do elenco está agendada para o dai 15 de abril e a chegada da comissão técnica deve ocorrer uma semana antes. O planejamento é para que sejam realizados dois amistosos.

Texto: Renato Oliveira/Difusora 95