Notícias

Pleiteando ser estado livre da aftosa sem vacina, Minas terá mudanças na imunização de animais em 2019

24/12/2018 às 10:24

Dentro do plano de ação para a retirada da vacinação da febre aftosa em Minas Gerais, haverá mudanças na dosagem a ser aplicada em bovinos e bubalinos a partir de 2019. Rosana Cunha, médica veterinária do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) de Patrocínio, destaca que o Brasil é livre da doença com vacinação e que Santa Catarina é o único estado da federação livre da aftosa sem vacinação. O objetivo é a retirada da vacina em todo o país, que prevê que até 2021, Minas Gerais também não irá mais vacinar os animais. Atualmente cada bovino recebe uma dose de 5 ml, e a partir de 2019, a dosagem passará para 2 ml por animal, contudo, será um outro tipo de vacina.

Rosana lembra que é necessário que o produtor faça sua parte imunizando os animais para evitar focos futuros da doença, a partir da retirada da vacinação.

Renato Oliveira/Difusora 95