Notícias

Presidente da Câmara desabafa e aponta dificuldades entre Legislativo e Executivo

17/05/2018 às 10:50

Durante a 13ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal, muitos dos vereadores tanto da situação quanto da oposição, usaram do Grande Expediente, para apontar algumas insatisfações com atos do Executivo Municipal. O presidente da Casa de Leis, vereador Thiago Oliveira Malagolli, ao fazer o balanço da reunião à reportagem da Difusora95, elencou as demandas apontadas por parlamentares que os deixaram descontentes com o governo municipal e ainda apontou uma situação particular e que estremece as relações entre os poderes. Segundo o presidente, os vereadores têm reclamado muito da falta de comunicação com a Prefeitura e entre outras, também das indicações que não são reconhecidas pela administração mesmo sendo um vereador da base.

Thiago disse ainda não ter conseguido entender o fato de ter realizado na última semana, uma palestra intitulada “Todos contra a pedofilia”, em parceria com a Prefeitura e a Secretaria de Educação, aonde veio à cidade o promotor de justiça, Carlos José Fortes, e não esteve na Casa de Leis local de realização do evento, nenhum membro da Prefeitura a não ser o secretário de Educação, Emerson Caixeta e o subsecretário, Natanael Diniz, “tem seis anos que eu estou na Câmara, e o poder Executivo sempre participou de eventos na Casa, e agora ninguém da Prefeitura a não ser o secretário e o subsecretário que eram parceiros na ação, compareceu. E eu fico muito triste com isso” disse o presidente. De acordo com Malagolli quem tem que explicar se está tendo algum problema com o Legislativo ou até mesmo com o presidente é o Executivo, pois a Câmara é uma instituição forte e que segue trabalhando e dando inclusive governabilidade ao prefeito. “Eu ainda coloquei aqui, que quem precisa dos poderes é a sociedade, e sendo assim quem perde, se estiver tendo alguma perseguição com o presidente da Câmara, quem perde é a sociedade. Acredito que não deva ser atitude do prefeito Deiró, mas eu gostaria muito que alguém se manifestasse sobre a situação, pois do jeito em que está é difícil ficar” enalteceu Oliveira.

Segundo o presidente do Legislativo, é um membro da base do prefeito e em sendo, acredita não ser ele que esteja criando essa situação toda, mas, pensa em ser um membro da assessoria da Prefeitura, e que já esteve na Câmara, onde causava situações semelhantes ao que está acontecendo hoje na Prefeitura. O presidente não foi claro com o nome do servidor que ele pensar ser o pivô dos problemas. “A Prefeitura está hoje com quase vinte funcionários na assessoria de imprensa e ninguém sabe quem resolve as coisas, amanhã eu vou reclamar com quem, não tem uma pessoa responsável, e isso não é só eu que estou vendo, creio que se nós vereadores estamos tendo dificuldades em falar na Prefeitura, todos acredito que até os membros da imprensa escrita e falada, também têm essa dificuldade de saber com quem falar hoje na Assessoria da Prefeitura. A falha de comunicação hoje na Prefeitura é tão grande que não conseguiram sequer responder o imbróglio envolvendo os recursos para a construção do Pronto Socorro. Está fazendo as obras, mas, não conseguiu responder ao questionado na própria rede social.” desabafou Thiago.

“A Prefeitura está usando de um Facebook, para pode insultar os outros, os vereadores, e pode fazer matéria neste sentido. Eu acho que Instituição já fala, a gente tem que fazer é o institucional como a Câmara faz, que valoriza a mesma, e os seus vereadores, então como presidente do Legislativo, desde o primeiro desabafo, a gente vem tentando, mas, chega uma hora que a sociedade cobra, os vereadores cobram e eu como presidente tenho que dar o posicionamento, mesmo que seja para desagradar alguém. E mesmo no final da gestão minha como presidente, eu não vou aceitar querer passar sobre o Legislativo como um trator e não vai passar mesmo. Eu sempre tratei todos em especial do Executivo com respeito, e é assim que eu quero que tratem o Legislativo.”

Ainda segundo o presidente da Câmara, os vereadores estão tendo dificuldades até para conseguir informações junto as Secretarias da Prefeitura. “Eu pedi ao chefe de gabinete da Prefeitura para fazer um levantamento das ações das Secretarias, para falarmos aqui nas sessões, e até hoje nós não recebemos nada nenhuma Secretaria mandou nada pra Câmara. Agora nos documentamos por via oficial perante o Regimento do Poder Legislativo, na última semana, para que as informações sejam encaminhadas não é para o Thiago não, é para a Casa de Leis. Lamentavelmente nós estamos tendo uma dificuldade muito grande” sintetizou o presidente Thiago Oliveira Malagolli.

José Antonio/Grupo Difusora de Comunicação.